Higiene Oral na Gravidez

Durante os primeiros tempos de gravidez a mulher sofre com alguns enjoos matinais, que podem fazer com que os ácidos do estômago enfraqueçam o esmalte dos dentes e consequentemente aumenta o risco de cáries.

Por outro lado, as alterações hormonais sensibilizam as gengivas podendo doer e sangrar facilmente. Outra situação é a diminuição da produção de saliva que como consequência aumenta o risco de infeção bacteriana e de placa dentária.


Esta situação pode agravar-se se não existirem cuidados adequados de higiene oral.

Uma grávida pode ir ao dentista?

Deve ir ao dentista! A saúde oral é fundamental durante a gravidez, por isso deve ser coordenada com o médico que a acompanha.

Em caso de dor de dentes o que deve fazer?

Deve sempre consultar um médico dentista para que sejam efetuados os tratamentos dentários adequados para resolver a situação e nunca se auto medique.

Uma grávida pode fazer qualquer tipo de tratamento?

Sim. Mesmo que necessite de anestesia. Uma infeção oral é mais prejudicial para o bebé do que o tratamento dentário. O ideal seria fazer consulta de medicina dentária antes da gravidez a fim de evitar infeções orais durante este período. As consultas devem ser de curta duração preferencialmente de manhã, sendo mais indicado o segundo trimestre da gestação.

A higiene oral da grávida pode influenciar a saúde do bebé?

A higiene oral é a mais eficaz medida preventiva para evitar infecções da cavidade oral. A mãe pode infectar o bebé por meio de microrganismos provenientes de doenças infecciosas como a cárie dentária e doenças periodontais.

Que cuidados de higiene oral deve ter?

Durante a gravidez é importante que as mulheres redobrem os cuidados com a higiene oral. Neste sentido, recomenda-se a utilização de pastas fluoretadas e em casos de elevado risco de cárie dentária, a utilização de elixires fluoretados, mas sempre mediante a indicação do médico dentista que a acompanha neste processo.

Segundo a opinião médica, para além das estratégias preventivas, o tratamento das lesões de cárie é aconselhado antes (ou durante) a gravidez. Este facto diminui eventuais complicações e a ocorrência da transmissão dos microorganismos, responsáveis pelo aparecimento da cárie dentária, para a criança.

Cuidados a ter no segundo trimestre.

Os cuidados médico-dentários devem realizar-se no segundo trimestre, contudo podem ser realizados em qualquer momento da gravidez, sobretudo em situação de urgência.

Outros artigos sobre saúde oral que podem ser interessantes aqui.

É importante estar informado sobre as doenças periodontais, para isso leia aqui o artigo que explica o que são estas doenças e como prevenir.

Fontes: Plataforma digital da Ordem dos Médicos Dentistas. Plataforma digital da saúde oral.